Uber proibido no Rio, resolve o problema?

Hoje logo cedo fomos informados que o Uber foi proibido de funcionar no Rio de Janeiro por ordem do seu prefeito Eduardo Paes.

Lendo sobre a decisão, o argumento usado por Paes para tal se ancora em:

Os serviços de transporte público individual remunerado de passageiros serão mantidos através dos veículos legalizados pelo município apenas para os taxistas, profissão regulamentada através da Lei estadual nº 6.504.

O Uber já se posicionou dizendo basicamente que não está nem aí:

Reafirmando nosso compromisso com esses usuários e parceiros, a Uber continua operando no Rio de Janeiro.

Não sei o que é pior, um prefeito interferir de maneira tão direta no mercado e na vida dos motoristas que encontram no Uber uma oportunidade de trabalhar e viver sua vida.

Ou uma empresa usar o argumento de compromisso com seus parceiros para não cumprir uma lei.

Tem uma porrada de outros aplicativos que exploram esse fabuloso nicho de oferecer um serviço melhor para quem quer pagar menos, na minha opinião o mercado de taxistas deveria tentar se defender melhorando seus serviços e diminuindo seus preços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *